5 Dicas Essenciais Para Ser um Perito Judicial de Sucesso

Quer saber como ser um perito judicial de sucesso? Então não deixe de conferir este artigo, pois ele irá te ajudar com esse objetivo!

A carreira de perito judicial é bastante atrativa para profissionais de diversas áreas, como engenharia, administração, contabilidade, medicina, arquitetura e informática.

Afinal de contas, é uma carreira que tem certas vantagens em relação ao modelo mais tradicional de trabalho e geralmente tem um bom salário.

Por isso, se você está pensando em começar a atuar como perito (a) ou já está trabalhando na área, nós separamos neste artigo dicas essenciais para ajudar você a ter sucesso nessa carreira.

Esperamos ajudá-lo (a)!

Dicas essenciais sobre os laudos

Dê atenção ao objetivo do laudo

Ou seja, em seus laudos escreva o objetivo, discorra sobre ele e o que se pretende esclarecer. Dessa forma, a sentença dada pelo juiz será feita de maneira muito mais segura.

Todo laudo, assim como a vida, precisa de um objetivo. Por exemplo, lendo este artigo o seu objetivo é saber mais sobre a área de perícias judiciais e como ter sucesso na carreira de perito, certo?

Portanto, dê atenção ao objetivo do laudo!

Evite a prolixidade

Ou seja, quando for elaborar seus laudos, evite fazê-los de maneira extensa e demorada. Busque a objetividade. Assim, sintetizando-o, você evita que o laudo seja maçante e cansativo.

É claro que, apesar dessa questão, o laudo não deve deixar de ser abrangente e envolver toda a questão que precisa ser resolvida. Tenha em mente que ele precisa ser sucinto, mas bem fundamentado.

E para isso, o perito pode (e deve) se valer de diversos meios como fotografias, plantas, mapas, solicitação de documentos, testemunhas, entre outros.

Cuide da linguagem

O português precisa ser levado a sério em sua carreira de perito judicial, ou seja, o laudo não deve conter erros gramaticais e ortográficos. As pontuações, as vírgulas, as concordâncias… tudo preciso estar no lugar certo. Isso gera uma boa impressão.

“Houveram problemas” em vez de “houve problemas”, “altos” em vez de “autos”, essas e outras situações errôneas de linguagem precisam ser evitadas ao máximo na elaboração dos laudos, pois, caso contrário, provavelmente serão percebidas.

Além disso, o laudo precisa ter um desenvolvimento lógico, uma linha de raciocínio que seja entendível para todos os envolvidos no caso.

Se este assunto é de certa forma uma complicação para você, não hesite em fazer cursos para capacitar-se. Não deixe que a linguagem impeça você de exercer essa profissão.

Não julgue

Você na figura de perito judicial não deve julgar em seu laudo. Ou seja, você não pode dizer se o réu é inocente ou culpado.

A função do perito é auxiliar a justiça em resoluções de processos judiciais por meio de elementos e provas, para que o juiz, esse sim, com seu poder, tome uma decisão e julgue se o réu é responsável ou não pelo caso.

Dê atenção a conclusão do laudo

A conclusão do laudo é essencial. Afinal de contas, é neste item que, após toda a investigação, análise e elaboração das provas, será escrito conclui-se que…

Portanto, para ser um perito judicial de sucesso, um dos principais pontos é seguir as dicas deste artigo em relação a elaboração de laudos.

Isso porque, laudos bem feitos consequentemente renderão novas nomeações e indicações, o que fará com que sua carreira nesta área cresça cada vez mais!

Perito Judicial